Adventurers League

Mortos vivos e glifos

Seção 4

Após o pequeno incidente na antessala onde um esqueleto propositalmente ou acidentalmente derrubou o caldeirão no chão e seu líquido misterioso se dissipou no ar infectando alguns dos aventureiros, nada muito grave, causando apenas um desconforto, a caçada ao esqueleto continua.

Já no corredor que antecede a grande sala a frente, nossos aventureiros liderados por Drazz Falsin e Arannis Galanodel avistam mortos vivos se levantando, prontos para ataca-los. O grupo, obviamente mais rápido que eles se antecipam e começam o combate. Drazz Falsin não nega a que veio, se joga no meio deles puxando para sí a responsabilidade de guerreiro e defensor do grupo. É cercado por três deles, e ao mesmo tempo em que antecipa seu ataque contra o primeiro é atingido pelo segundo e esquiva-se do terceiro. Arannis Galanodel rápido e ligeiro com seu arco, efetua um disparo que passa muito perto errando o alvo. O grupo movimenta-se para dentro da sala afim de ajudar no combate que se intensifica com a presença de mais um zumbi que vem da posição nordeste.

Não foram inimigos muito complicados de se derrotar. O que mais sofreu com a batalha foi [[:Milos | Milos]] que por uma vez chegou a cair inconsciente no chão, mas rapidamente socorrido por Grigor voltou a batalha. E novamente o paladino foi peça fundamental para que o grupo se mantivesse inteiro e revigorado a cada rodada de batalha.

Lyle e sua esperteza insuperável com a ajuda de Drazz Falsin e [[:Milos | Milos]] desvendou o mistério acerca dos grifos que foram entalhados em pedra nas paredes da sala. A cada vez que derrubavam um inimigo, uma luz emanava de um dos grifos fazendo-os se levantarem novamente. E por diversas vezes foram obrigados a confrontar inimigos que já haviam sido derrotados.

Krudd Torunn novamente dizimando os inimigos que surgiam, parecia não se importar com os ferimentos que lhe foram infringidos.

Dessa vez os aventureiros estavam mais entrosados, o combate fluía a favor deles quando de uma passagem secreta surgiram mais esqueletos para os confrontar. A exaustão do combate parecia estar surgindo, Drazz Falsin cai ao chão com o ataque do zumbi à sua frente, mas levanta-se rapidamente. Era só o que parecia mesmo. Nada que fizesse o grupo recuar de sua missão ou sucumbir ao grupo de mortos vivos à sua frente.

No canto noroeste da sala, um círculo de teletransporte chama a ateção dos aventureiros. A falta de desgaste nas gravuras implica que o círculo foi criado muito recentemente. Uma barra de metal grossa, inscrito em dracônico é investigado pelo clérigo que identifica o nome Raaxil. O ranger apresenta as anotações que tinha guardado no bolso para o clérigo que lê em voz alta:

"Raaxil, eu descobri como completar o processo. Quando estiver pronto, basta derramar o conteúdo desta panela azul no caldeirão e mexer. Os efeitos devem ser instantâneos, mas NÃO BEBA A POÇÃO RESULTANTE. "

Com quase todos os grifos destruídos por Lyle, um novo desafio surge. Uma barreira aparentemente intransponível surge no último grifo ainda a brilhar. Com sua perspicácia, Lyle percebe que apesar de mágico a barreira tinha uma resistência física, e golpes a queima roupa seriam suficientes para quebra-la. Foi o que Drazz Falsin, Krudd Torunn e Arannis Galanodel, os mais próximos fizeram. Enfim, se rompe o que nos separava do tesouro avistado ao entrar na sala. Um tesouro de tolos era o que descobriram. Não se passavam de peças de madeira para enganar quem ali entrasse. Lyle guarda um pouco do conteúdo da poção em um dos seus frascos. Só restava ao grupo retornar a entrada da cripta, ao encontro do sacerdote que lá os esperava.

XP:

Arannis Galanodel = 100

Drazz Falsin = 120

Grigor = 100

Krudd Torunn = 0

Lyle = 120

Milos = 90

 

Comments

mmbajay mmbajay

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.